Os conflitos surgem naturalmente em equipas de projeto, especialmente quando os seus membros tem diversas origens e diferentes níveis de maturidade/experiência.

 


O conflito nem sempre é uma situação negativa. principalmente se acontece nas fases iniciais de um projecto. Quando canalizadas adequadamente, as diferentes opiniões dos membros da equipa de projecto podem ajudar a que se identifiquem outras perspectivas, novas idéias e soluções. Relembro as 4 primeiros causas do conflito: 1. Schedule 2. Prioridades 3. Recursos 4. Opiniões técnicas.

Trabalhando bem essas questões de conflito dentro do projeto, ajuda-nos a reforçar relações entre os membros da equipa e pode promover um respeito por outras opiniões.

Deixo aqui 5 passos que considero fundamentais na gestão de conflitos:


Passo 1.
Ground rules/Regras básicas - Estabelecer diretrizes sobre o procedimento em caso de opiniões divergentes antes do início do projeto.
Boa prática: Aproveitar a reunião de kickoff para colocar a equipa sintonizada quanto a:
- Discutir o cronograma macro (se já existir), restrições, objetivos e prioridades para o projeto;
- Reforçar o respeito por todos os membros da equipa;
- Rever alguns métodos de comunicação com a equipa.


Passo 2.
Causa do conflito - Atuar imediatamente em caso de conflito em vez de permitir que o conflito se transforme num problema maior para o projecto ou organização. Discutir com os intervenientes a causa do conflito e trabalhar na procura de possíveis soluções.


Passo 3.
Escuta activa - Escutar ativamente a todos os intervenientes para entender a origem do conflito. Em vez de pensar como é que deve agir, oiça tudo que é dito pelos intervenientes e entenda os sentimentos envolvidos.


Passo 4.
Ser um facilitador - Trabalhar como equipa para identificar e validar as possíveis soluções. De seguida, criar um plano de acção para o futuro. Tentar comprometer os intervenientes (ou colaborar) numa solução razoável para evitar mais tensão ou conflito dentro da equipa.
Relembro as várias formas de agir perante um conflito (consultar este artigo).


Passo 5.
Procurar soluções - Em caso de não ser possível resolver o conflito dentro da equipa, e como um último esforço, pedir a um superior para servir de mediador. Obter uma visão/perspectiva diferente de uma pessoa fora do grupo de trabalho pode ser um benefício para a resolução do conflito.

   


 
 



 


Artigos relacionados: